Gaúcha é encontrada viva em praia de SC após quase uma semana desaparecida

NULL
Lucas de Campos 13 março, 2015 Fonte:

Mulher de 31 anos foi achada com marcas de agressão em um terreno no Canto do Morcego

Uma gaúcha de 31 anos foi encontrada na última quarta-feira em um matagal na Praia Brava, em Itajaí (SC), por um salva-vidas. Israel Gregório, 19 anos, caminhava pela beira-mar por volta das 8h30min quando ouviu o pedido de ajuda de uma mulher, que passava de carro pelo local, conhecido como Canto do Morcego. Eles a viram caída numa área cercada por arame farpado. De acordo com Israel, ela deveria estar machucada há cinco ou seis dias:

— Quando a encontramos, ela estava se arrastando, tentando passar pela cerca. Entrei em choque, nunca tinha visto isso na minha vida. Já peguei bastante ocorrências aqui na praia, mas ver alguém naquela situação foi muito triste — relata.

A vítima usava um vestido floral de festa, pouco acima do joelho, e a parte de cima de um biquíni. Conforme o salva-vidas, ela estava com sangramento nas partes íntimas. Eles a retiraram do matagal e a deitaram sobre a calçada, enquanto aguardavam a chegada do atendimento médico e da polícia. O coordenador de praia dos guarda-vidas, o bombeiro militar Eduardo Luiz Bratkowski, chegava para fazer a entrega do material de trabalho à equipe e foi chamado para ajudar.

— Começamos a conversar, mas ela falava coisas cronologicamente desconexas. A impressão que dava era que tinha ficado uns cinco ou seis dias na mata. Estava toda arranhada, mas parecia ser do próprio mato — relata Eduardo.

Ponto de surfistas e baladas

A mulher teria dito a ele que é gaúcha e mora há um ano em Balneário Camboriú, onde é professora de inglês.

— Ela estava muito abalada psicologicamente, disse que havia sido abusada sexualmente por três homens, mas em seguida falou que eles já estavam presos — descreve o bombeiro.

O local costuma ser frequentado por surfistas e tem bares e casas noturnas, especialmente no verão. A gaúcha foi encaminhada para o Hospital Marieta Konder Bornhausen. Conforme a assessoria de imprensa da unidade, o estado de saúde dela é estável. A delegada titular da Delegacia da Mulher em Itajaí, Tatiana Bressani de Oliveira, disse que foi registrado um boletim de ocorrência por volta das 11h de quarta sobre o caso. Ela deve instaurar inquérito nesta semana para iniciar as investigações.

Fonte: ZH

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.