Fundado o consórcio de abrigamento regional de crianças em situação de risco e vulnerabilidade social

Na sede da AMM, foi formada a diretoria e aprovado o estatuto do Centro de Acolhimento. Foto: AMM
bernardi 23 março, 2018 Fonte: Assessoria de Comunicação AMM

Foi realizada na quarta-feira (21/3), na sede da Associação dos Municípios das Missões (AMM), a assembleia de fundação do consórcio de abrigamento regional e institucional de crianças em situação de risco e vulnerabilidade social, que funcionará na vila Caraguatá, em Salvador das Missões. Trata-se de uma entidade de caráter público, sem fins lucrativos, que será mantida pelos municípios de Salvador das Missões, Cerro Largo, Roque Gonzales, Ubiretama, Guarani das Missões e São Pedro do Butiá.

DELIBERAÇÕES
Integram as deliberações a aprovação do estatuto social, que é o regramento do consórcio; eleição da primeira diretoria, composta por prefeitos dos seis municípios; contrato de rateio de como os municípios farão os aportes financeiros para manter as atividades do consórcio. Conforme explicou o assessor jurídico de Cerro Largo, Renzo Thomas, que conduziu os trabalhos, primeiramente será um aporte de valor mais expressivo para fazer as adequações na escola que está desativada, onde vai funcionar o abrigo.

Posteriormente, será um aporte mensal fixo e uma diária por abrigado para que os municípios possam prestar um atendimento de excelência aos seus menores. “Também ficou definido o valor para outros municípios que almejem aderir ao consórcio. Além disso, tratamos da possibilidade de estabelecermos um contrato de colaboração com uma entidade civil, sem fins lucrativos e que tenha experiência nesse área de atuação, que ficará responsável pelo gerenciamento da casa de abrigamento”, esclareceu Thomas.

DIRETORIA
Ficou assim constituída: presidente: prefeito de Salvador das Missões, Daniel Gorski; vice-presidente: prefeito de Roque Gonzales, João Haas; Secretário: prefeito de Cerro Largo, Valter Spies; Tesoureiro: prefeito de São Pedro do Butiá, Martinho Berwanger; Controle Fiscal: prefeitos de Guarani das Missões, Jerônimo Jaskulski e de Ubiretama, Ildo Leske, que representam os seis municípios consorciados. “Essa é uma das importantes iniciativas a nível de AMM, assim como outras fortes ações regionais. Além de reduzir custos e transtornos em nossos municípios, será uma das melhores alternativas para sanar essa questão de cunho social”, destacou Daniel Gorski, acrescentando: “agradeço muito a confiança e o envolvimento dos colegas prefeitos na diretoria do Centro de Acolhimento. Também parabenizo e agradeço o assessor jurídico, Renzo Thomas, por seu apoio desde o surgimento do consórcio, em especial nesta etapa final das tramitações”.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    Desempenho da economia apresenta sinais de retomada do crescimento

    Os Índices de Desempenho Econômico dos Contribuintes do ICMS do Rio Grande do Sul (IDEE-RS) ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    Eleições da OAB: prazo inscrições de chapas encerra no dia 31 de outubro

    O Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rio Grande do Sul (OAB-RS) ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 18 outubro, 2018

    Empresário domina ladrão até a chegada da Brigada Militar em Horizontina

    O proprietário de uma oficina mecânica flagrou um elemento praticando furto qualificado no seu estabelecimento ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.