Famílias beneficiárias do Residencial Jardim ocupam moradias

Equipe da Prefeitura de Santo Ângelo auxiliou moradores na mudança
Lucas de Campos 8 agosto, 2015 Fonte:

Equipes da Prefeitura de Santo Ângelo auxiliaram na transferência das famílias beneficiadas com moradia no Residencial Jardim, localizado na Zona Norte. As famílias decidiram ocupar as residências em virtude da lentidão do Governo Federal agendar uma data para a entrega oficial das moradias.

O prefeito de Santo Ângelo, Valdir Andres e o secretário Geral, Michael Bueno, acompanharam os trabalhos da equipe da Secretaria de Habitação, que está auxiliando os moradores na mudança e garantindo que cada família se acomode com segurança. O secretário de Habitação, Márcio Pereira Antunes está coordenado a ocupação das casas.

Além disso, as equipes da Prefeitura de Santo Ângelo estão intervindo junto à RGE e Corsan para que as instalações da rede elétrica até as residências e o abastecimento de água seja feito o mais rápido possível.

 

PROJETO

No Residencial Jardim foram construídas 138 casas para o reassentamento de famílias moradoras de Áreas de Preservação Permanente (APPs) dos bairros Castelarim, Meller e Fava. A assinatura dos contratos entre os beneficiados e a Caixa Econômica Federal foi realizada em 15 de julho e a expectativa era que as chaves fossem entregues até 31 de julho.

Como o Governo Federal adiou a entrega, as famílias optaram por ocupar as residências com medo de invasão.

O Residencial Jardim recebeu investimentos de R$ 8,28 milhões. As famílias beneficiadas receberam as residências em doação e por isso não terão que pagar pelas casas. Cada residência está avaliada em R$ 60 mil. As unidades habitacionais têm 44,71 metros quadrados de área e são compostas por dois dormitórios, sala, cozinha e sanitário. 

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.