Família morta em acidente havia perdido bebê em maio

NULL
Lucas de Campos 29 dezembro, 2014 Fonte:

Após a morte da criança, casal havia se mudado para Bom Princípio em busca de um recomeço

Sete meses antes de uma família de Santo Antônio das Missões ser abatida pela força de uma colisão contra um caminhão na ERS-446, em Carlos Barbosa, o casal vítima do acidente havia perdido um filho recém-nascido. Fernando Oliveira Schossler, 28 anos, a mulher dele, Jozyele Machado Lourenço, 24, enterraram a bebê de menos de um mês morta por parada cardiorrespiratória em maio. Neste domingo, familiares e amigos velaram os corpos do casal e das outras três vítimas.

— Eles perderam essa criança em Nova Araçá e, como uma forma de recomeço, se mudaram para Bom Princípio — relata o policial militar de Caxias do Sul Magnum Araújo, 29 anos, parente das vítimas.

No município do Vale do Caí, o homem trabalhava com construção de móveis, e a mulher era funcionária da prefeitura. Saídos de Santo Antônio das Missões, na noite de sexta-feira, já haviam enfrentado cerca de 500 quilômetros de estrada até o momento do acidente — e 30 os separavam da cidade onde residiam.

Também morreram na colisão o filho do casal, Antônio Luiz Lourenço Schossler, dois anos, a meia-irmã de Fernando, Camila Oliveira Araújo, 11, e a filha de Fernando, Eduarda da Silva Schossler, 10. A família havia celebrado o Natal em Rincão Santa Maria, na região das Missões, e se deslocava para Bom Princípio. O Ano-Novo seria comemorado em Canoas com outros parentes.

Segundo Araújo, a mãe de Fernando viajaria no mesmo carro. Porém, com o veículo lotado, Sandra Oliveira tomou um ônibus — e foi dentro do coletivo que recebeu a notícia do acidente.

Vizinho de Sandra, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santo Antônio das Missões, Agnaldo Barcelos, 32 anos, cedeu o espaço para a realização do velório das cinco vítimas. Às 14h, elas foram enterradas no Cemitério Municipal da cidade. Conforme Barcelos, mais de 500 pessoas passaram pelo velório neste domingo.

Fonte: Zero Hora

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.