Facebook admite coleta dados de quem não tem conta na plataforma

O presidente da empresa foi questionado se o Facebook estaria gravando conversas pelos microfones dos celulares - Foto: Agência Brasil
Sepé Tiaraju 11 abril, 2018 Fonte: Agência Brasil

O Facebook coleta informações não apenas de seus usuários, mas também de outras pessoas sem perfil na plataforma. A revelação foi feita nesta quarta-feira, 11, pelo presidente da companhia, Mark Zuckerberg, durante audiência da Comissão de Energia e Comércio da Câmara de Representantes dos Estados Unidos (órgão similar à Câmara dos Deputados brasileira), convocada para discutir a responsabilidade da companhia na garantia da privacidade na internet.

A audiência foi motivada pelo escândalo do vazamento de dados de 70 milhões de americanos por um desenvolvedor de um aplicativo para a empresa britânica de marketing digital Cambridge Analytica, que segundo um ex-funcionário, teria usado essas informações para influenciar as eleições de 2016 a favor de presidente Donald Trump. O repasse foi revelado por jornais dos Estados Unidos e do Reino Unido em março.

Na terça-feira, Zuckerberg falou ao Senado, onde pediu desculpas e admitiu falhas no tratamento do escândalo do vazamento e na interferência de contas russas também na eleição presidencial americana de 2016.

O fundador da rede social foi questionado por parlamentares sobre a coleta de registros de pessoas fora da plataforma, criando os chamados “perfis sombra”. “Você disse que todo mundo controla dados, mas você está coletando informações de pessoas que não estão nem cadastradas. O Facebook tem perfis de pessoas que nunca assinaram a plataforma?”, indagou o deputado Ben Luján. “Temos dados de pessoas não cadastradas por razão de segurança”, admitiu Zuckerberg.

A deputada Debbie Dengell citou como exemplo os botões de compartilhamento de textos pelo Facebook permitirem rastrear qualquer pessoa na internet. “Vocês têm rastreadores na web. Não importam se você tem uma conta. Por meio dessas informações, podem coletar informações sobre todos nós”, disse.

Ao perguntar quantos recursos semelhantes estão instalados em outras páginas fora do Facebook, Zuckerberg não soube responder.

O presidente da empresa foi questionado se o Facebook estaria gravando conversas pelos microfones dos celulares. Ele negou a prática. “Não estamos coletando informações de microfones. Só usamos quando gravamos um vídeo. Meu entendimento é que em muitos desses casos são coincidências”.

Entretanto, admitiu que o recurso de reconhecimento facial inclui também pessoas presentes em fotografias que não estão cadastradas na plataforma. “Para tecnologias sensíveis, como a de reconhecimento facial, seria importante ter uma forma de consentimento”, ponderou.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 16 novembro, 2018

    Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro

    A equipe econômica do presidente eleito, Jair Bolsonaro, definiu nomes capazes de levar adiante as ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 16 novembro, 2018

    Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação

    As cervejas nacionais e importadas vendidas no Brasil terão, em seus rótulos, especificações mais claras ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 16 novembro, 2018

    Ministro propõe que médicos oriundos do Fies substituam cubanos

    O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse hoje (16) que vai sugerir à equipe de transição, na ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.