Ex-presidente da Volkswagen é indiciado por fraude

O ex-presidente executivo da Volkswagen, Martin Winterkorn, de conspirar para enganar reguladores sobre emissões de gases poluentes de carros movidos a diesel (Agência Brasil)
Sepé Tiaraju 4 maio, 2018 Fonte: Gislene Nogueira - Repórter da Agência Brasil Denver (EUA)

Procuradores federais da cidade de Detroit acusaram o ex-presidente executivo da Volkswagen, Martin Winterkorn, de conspirar para enganar reguladores sobre emissões de gases poluentes de carros movidos a diesel.

Martin Winterkorn, 70 anos, é acusado de conspiração por cometer fraudes nos Estados Unidos. Ele responderá por violar a Lei do Ar Limpo entre 2006 e 2015 usando softwares ilícitos que permitiam que carros da montadora alemã emitissem poluentes acima do permitido sem que isso fosse detectado. O ex-presidente renunciou ao cargo quando o escândalo de adulteração foi revelado em setembro de 2015.

Um porta-voz da Volkswagen na Alemanha afirmou que a empresa “está cooperando com as autoridades”. Promotores alemães também investigam a Volks na Europa.

No início das investigações, a montadora sugeriu que apenas funcionários de baixo escalão sabiam da fraude. Mas a acusação argumenta que Winterkorn foi informado sobre o caso em 2014 e que decidiu perpetuar o esquema e enganar os agentes de regulação dos Estados Unidos.

Ao todo, nove pessoas foram acusadas de participar na fraude e dois ex-executivos se declararam culpados.

No ano passado, a montadora fez um acordo de US$ 4,3 bilhões com o Departamento de Justiça em um processo em que se declarou culpada por fraude, obstrução de justiça e falso testemunho. A companhia também concordou em ser supervisionada por um ex-procurador-geral norte-americano durante três anos.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 24 março, 2019

    Barragem da Vale em Barão de Cocais entra em alerta máximo

    Uma barragem da mineradora Vale em Barão de Cocais, na região central de Minas Gerais, ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 24 março, 2019

    Ciclone Idai em Moçambique atinge 1 milhão de crianças, diz Unicef

    O ciclone Idai provocou 732 mortes em Moçambique, Zimbabué e Malawi. O furacão atingiu o sudeste da ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 24 março, 2019

    Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 6 milhões

    Nenhum apostador acertou as seis dezenas da Mega-Sena - concurso 2136 - sorteadas, ontem, na ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.