“Estava bem rápido”, diz passageiro de ônibus que tombou na ERS-030

NULL
Lucas de Campos 6 janeiro, 2015 Fonte:

Acidente ocorreu no começo da tarde desta terça-feira, deixando cinco mortos e dezenas de feridos

Passageiro do ônibus que tombou na ERS-030 na tarde desta terça-feira, um homem identificado como Alexandre, 26 anos, acredita que o veículo estava em alta velocidade no momento do acidente, que deixou cinco mortos e dezenas de feridos, segundo levantamento parcial da Polícia Rodoviária Federal (PRF-RS).

Em entrevista à Rádio Gaúcha, Alexandre disse que pegou o coletivo, que deixou a Capital ao meio-dia, durante o trajeto e desembarcaria em Santo Antônio da Patrulha. Segundo ele, o ônibus estava lotado, mas todos os passageiros estavam sentados.

— Não sei qual era a velocidade na hora (do acidente). Estava bem rápido — lembra.

O homem foi um dos primeiros a deixar o veículo, pela parte de cima, e um dos únicos passageiros que não se feriram no acidente.

— Na hora teve muita correria, todo mundo gritando. Vi a saída de emergência aberta e saí.

A identidade das cinco vítimas e dos demais passageiros do coletivo ainda não foram divulgadas pela polícia. O motorista foi encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos.

Ambulâncias dos bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreram os feridos e os encaminharam a hospitais de Gravataí, Cachoeirinha e Porto Alegre, dependendo da gravidade dos ferimentos. Pelo menos seis feridos foram levados ao Hospital Dom João Becker, em Gravataí.

A ERS-030 está totalmente bloqueada no ponto em que o acidente aconteceu. A orientação é de que os motoristas evitem o local. A rodovia é conhecida como Estrada Velha, pois era o único caminho que ligava Porto Alegre ao Litoral Norte antes da construção da freeway. Conforme o CRBM, a rodovia é conhecida por possuir muitas curvas, o que exige atenção especial dos motoristas.

Fonte: ZH

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.