Enida Sallet aguarda definição do Estado para assumir a CRE

Professora ocupa o cargo interinamente desde a exoneração de Tania Santiago em 5 de janeiro
Lucas de Campos 19 janeiro, 2018 Fonte:

Atendendo a um pedido da equipe de Jornalismo da Rádio Sepé Tiaraju a professora Enida Lang Sallet concedeu entrevista na AM 540 nesta sexta-feira, 19. Enida comanda interinamente 14ª Coordenadoria Regional de Educação (14ªCRE), com sede em Santo Ângelo, após a exoneração da professora Tania Rosana Mattos Santiago em 5 de janeiro.

Ao comunicador Hogue Dorneles, a professora disse que retornou na quinta-feira, 18, de Porto Alegre, onde participou de reunião de trabalho sobre a integralização do calendário escolar de 2017 e orientações com relação ao Ano Letivo de 2018.

Sobre assumir, definitivamente, o comando da 14ªCRE, afirmou que está esperando a mudança de designação e que está feliz pelo PMDB Regional ter referendado o seu nome para o cargo.

Já com relação às declarações da ex-coordenadora de Educação, que afirmou ter sofrido pressão política do PMDB enquanto estava no cargo, Enida ressaltou que prefere não comentar este tipo de situação, mas esclareceu que as duas sempre tiveram uma relação de trabalho, cada uma na função que ocupava. “Respeito as colocações, pois cada pessoa tem o direito de expressar a sua opinião”.

Enida explicou ainda que a política é cíclica e que essas são decisões de governo, que neste caso ocorreu pela saída do PDT da base aliada.

– A questão política nunca foi o foco do meu trabalho dentro da CRE. Desenvolvo um trabalho técnico e atuei com lisura, baseada na legislação -, frisou.

Enida assumiu o cargo de coordenadora-adjunta da 14ªCRE em 2015, no início do governo de José Ivo Sartori. Enida já havia atuado na 14ªCRE em outras oportunidades, nos governos de Antônio Britto e Germano Rigotto em funções pedagógicas e administrativas.

 

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.