Delegado Regional de Polícia concede entrevista na AM 540

Afonso Stangherlin ressaltou que combate aos crimes graves é prioridade em Santo Ângelo
Lucas de Campos 2 janeiro, 2018 Fonte:

Em entrevista ao apresentador do Programa Aldeia Global, da Rádio Sepé – AM 540, Hogue Dorneles, nesta terça-feira, 2, o delegado Regional de Polícia, Afonso Stangherlin, que comanda a 13ª Delegacia Regional de Polícia (13ª DRP) com sede em Santo Ângelo fez um balanço das ações da Polícia Civil no decorrer de 2017.

Segundo Stangherlin, em 2017, o foco principal do trabalho da Polícia Civil foi o enfrentamento dos crimes considerados mais graves como tráfico de drogas, roubo, furto e os crimes que ocorrem no meio rural. O delegado Regional de Polícia ressaltou, também, que, a prioridade foi definida pela equipe de delegados que atuam em Santo Ângelo. “Em 2018, a Polícia Civil permanecerá trabalhando no ataque direto a esses crimes graves como homicídio, crimes contra os grupos de vulneráveis e contra a mulher, roubo e tráfico de drogas, mas atuará, ainda, na fiscalização como, por exemplo, a questão da venda de fogos de artifício”.

Stangherlin explicou que, na maioria dos casos, o tráfico de drogas está, diretamente, ligado a outros tipos de crimes como furto e roubo e por isso, o tráfico está entre as prioridades da Polícia Civil.

De acordo com o delegado Regional de Polícia, o no número de prisões feitas em 2017 aumentou com relação a 2016. O índice de aumento está entre 25% e 30%.

Outro dado importante e causa preocupação é a migração de criminosos e delinquentes da Capital para o interior do Estado. “Este fenômeno do crime organizado está chegando com retardo no Brasil, mas em Santo Ângelo, isso já vem ocorrendo”, afirmou.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.