Culpado pela morte de Kimberly é condenado a mais de 29 anos de prisão

NULL
Lucas de Campos 4 junho, 2015 Fonte:

Silmar do Amaral Figueiró, 30 anos, foi condenado a 29 anos e seis meses de prisão em regime fechado pela morte de Kimberly Ruana Rückert, 22 anos, entre os dias 11 e 12 de abril de 2014, segundo decisão da 1ª Vara da Comarca de Palmeira das Missões. Ele foi considerado culpado pelos crimes de latrocínio, destruição de cadáver, receptação e posse ilegal de arma de fogo. Conforme as investigações, Figueiró foi visto nos dois dias anteriores ao crime estacionado de moto próximo à casa da vítima. No dia do desaparecimento de Kimberly, imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais mostraram o homem seguindo o carro da jovem desde o trabalho até sua residência. Após ameaçá-la, ele teria entrado no veículo, forçando-a a dirigir até um matagal no interior de Palmeira das Missões, próximo à BR-158. No local, o criminoso mandou que a estudante de enfermagem parasse o carro – ele teria estuprado e matado a jovem com um tiro, roubado seus pertences e ateado fogo no automóvel.Em depoimento à polícia, Figueiró confirmou presença no local no momento da morte da vítima e a posse de seus objetos pessoais, além de ter sustentado que manteve relações sexuais com ela. 
denúncia foi oferecida pelo promotor de justiça do Ministério Público Marcos Eduardo Rauber.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.