Crimes contra a vida mantêm tendência de queda nos últimos cinco meses

Novo balanço aponta redução de 34,4% nos índices de latrocínio e 26,3% nos homicídios em relação a 2017 - Foto: Rodrigo Ziebell/SSP
Sepé Tiaraju 10 junho, 2018 Fonte: Palácio do Planalto

Os crimes contra a vida mantiveram nos cinco primeiro meses de 2018 a tendência de queda no Rio Grande do Sul. O balanço dos dados estatísticos da criminalidade, apresentado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) nesta sexta-feira (08), aponta redução de 34,4% nos índices de latrocínio e 26,3% nos homicídios, em comparação ao mesmo período no último ano.

Em Porto Alegre, as ocorrências de homicídio doloso diminuíram 19,7% e as de latrocínio 22,2%. A diminuição do número de vítimas fatais nos índices de homicídio doloso também se manteve, chegando a 25,1% no Estado e 16,3% na capital – um total de 343 mortes a menos no RS e 52 vítimas a menos em Porto Alegre, em comparação com o mesmo período em 2017.

De acordo com o secretário Cezar Schimer, as ações promovidas pelo governo do Estado possibilitaram a manutenção da queda dos indicadores, principalmente, o ingresso de novos servidores e o investimento no reaparelhamento das instituições. “O caminho a ser percorrido ainda é longo, pois uma realidade como a que o RS e o Brasil vivenciam leva tempo ser significativamente alterada. Porém, temos confiança de que será possível, até o final de 2018, atingirmos um patamar ainda mais positivo. A abertura de novas vagas no sistema penitenciário e o reforço nos recursos humanos e materiais das nossas corporações surtirão efeitos em curto prazo”, assegurou.

Divulgação oficial

Em 2016, a divulgação dos indicadores da criminalidade era semestral. A partir da mudança na gestão da SSP, passou a ser trimestral. Com as medidas adotadas pelo secretário Cezar Schirmer, como a reestruturação do Observatório da Segurança Pública, foi possível reduzir o espaço de tempo entre as divulgações. A partir de maio, os dados passaram a ser publicados no site da SSP mensalmente.

Ao todo, 17 indicadores são analisados. Eles representam os crimes de maior potencial ofensivo contra a vida e contra o patrimônio. Apenas um índice avaliado registrou alta em âmbito estadual: o estupro de mulheres.

Confira a relação completa dos indicadores:

  • Homicídio doloso: – 26,3%
  • Latrocínios: – 34,4%
  • Furtos: – 14,6%
  • Abigeato: – 31,5%
  • Furto de veículos: – 16,9%
  • Roubos: – 22,6%
  • Roubos de veículos: – 9,8%
  • Estelionato: – 7,1%
  • Furtos de bancos: – 28,8%
  • Roubo de bancos: – 6,9%
  • Furto de comércio: – 22%
  • Roubo de comércio: – 31,4%
  • Roubo de usuários de transporte coletivo: – 56,4%
  • Roubo de profissionais de transporte coletivo: – 33,4%
  • Ameaça contra mulheres: – 3,1%
  • Lesão corporal contra mulheres: – 2,4%
  • Estupro de mulheres: 8%

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 15 outubro, 2018

    Agentes frustram tentativa de fuga no presidio de Santa Rosa

    Uma tentativa de fuga ocorreu no presidio de Santa Rosa, por volta das 16h17min de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 15 outubro, 2018

    Início do Horário de verão será no dia 4 de novembro

    O Palácio do Planalto informou nesta terça-feira que o início do horário de verão será ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 15 outubro, 2018

    Ibope: Bolsonaro tem 59% dos votos válidos contra 41% de Haddad

    A pesquisa Ibope para o segundo turno, publicada nesta segunda-feira, indica vantagem de Jair Bolsonaro ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.