Cpers aprova desfiliação da Central Única dos Trabalhadores

NULL
Lucas de Campos 28 março, 2015 Fonte:

O Cpers aprovou, na tarde desta sexta-feira (27) a desfiliação do Sindicato da Central Única dos Trabalhadores. A votação ocorreu em assembleia da categoria realizada no Gigantinho para votar pauta de reivindicações e de mobilizações deste ano. A votação foi apertada, foram 1.588 a favor do desligamento e 1.129 contra. Conforme a presidente do Cpers, Helenir Aguiar, a decisão fragiliza a luta da categoria e divide o sindicato.A maioria dos professores considera que a Central Única dos Trabalhadores (CUT) deixou de representar os interesses da categoria, desde que começou a governar o País, com Lula. O Cpers estava vinculado à CUT há quase 19 anos e é um dos maiores sindicatos, com 81 mil associados.Já a pauta de reivindicações do Centro dos Professores do Rio Grande do Sul (Cpers/Sindicato) foi aprovada por unanimidade na tarde desta sexta-feira. Durante a assembleia, a atual presidente do Cpers também falou sobre a auditoria interna feita nas contas do sindicato de 2011 a 2013. Segundo ela, foram feitos repasses irregulares na gestão anterior, que tinham como destino principal a central sindical Conlutas. Conforme ela, práticas irregulares da antiga gestão causaram prejuízos de 100 mil ao Cpers.Entre as pautas aprovadas estão a aplicação imediata do reajuste de 13,01% do piso do magistério e 34,67% que falta para integralizar, a nomeação dos concursados, imediata atualização das promoções dos professores, a garantia dos royalties para a educação, revisão do vale transporte e criação do piso salarial nacional dos funcionários de escolas. Os professores também aprovaram, uma série de mobilizações, entre elas, uma paralisação no dia 24 de abril, pela defesa do pagamento do piso, e uma paralisação com ato público em Porto Alegre no dia 1º de maio, quando ocorre uma mobilização das Centrais Sindicais.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.