Corte de 30% na saúde pode levar hospitais a paralisarem atividades

NULL
Lucas de Campos 18 fevereiro, 2015 Fonte:

O corte de 30% no repasse de recursos destinados a saúde,poderá acarretar um movimento único que acarretará a suspensão dos Atendimentos dos Hospitais Filantrópicos Gaúchos. A afirmação foi feita pelo presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais filantrópicos do Rio Grande do Sul, Júlio Dornelles de Matos.Mattos disse à reportagem da Sepé que ao invés de receberem 103 milhões de reais mensais, o repasse para as instituições deverá ser de 70 milhões, de acordo com a projeção de contenção de gastos e investimentos determinadas pelo governador José Ivo Sartori. Outro fato que preocupa a federação é a divida de 255 milhões , referente a serviços prestados em outubro e novembro do ano passado.No dia 27 deste mês, conforme Julio Matos, presidentes dos hospitais filantrópicos se reúnem em Porto Alegre. O presidente disse que as instituições já trabalham deficitariamente com o Sistema Único de Saúde, existindo débitos com fornecedores, bancos e passivos trabalhistas não recolhidos. 

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.