Coordenadora de Educação fala da reestruturação das escolas

Sepé Tiaraju 16 fevereiro, 2019 Fonte: A Tribuna

O Governo do Estado vem adotando medidas voltadas a reestruturação das escolas, observando a questão do espaço físico e o número de alunos em sala de aula. Essa ação da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) tem como foco a otimização e contingenciamento na rede estadual de ensino, promovendo o ensino com mais eficiência e menor custo. Nos dias 18 e 19 de fevereiro acontecem reuniões de planejamento e de formação continuada dos professores e no dia 20 de fevereiro começo das aulas. Já as matriculas poderão ser feitas até 29 de março nos 11 municípios da área de abrangência da 14ª CRE.

A coordenadora de Educação, Enida Salet, afirmou que vai seguir atuando no processo de reestruturação das escolas conforme definição do Governo do Estado. “Participei de reunião, no dia 7 de janeiro, com o Secretário Estadual de Educação, Faisal Karam. Recebemos dele a missão de continuar o processo de implantação destas mudanças. Estamos avaliando a situação de cada escola, observando a questão da estrutura e quantidade de alunos. Embora não haja ainda definições vamos seguir o que determina o Conselho Estadual de Educação. Temos uma legislação para cumprir e seguir as orientações do Departamento de Planejamento da Seduc”.

De acordo com a coordenadora, do 1º ao 5º ano ficou definido que no máximo até 25 alunos em sala de aula, e do 6º ao 9º ano uma média de 40 alunos, havendo espaço físico para isso. “Claro que isso varia de acordo com a estrutura do educandário se é um prédio moderno ou mais antigo. Sem espaço físico não tem como aglomerar. O controle do número de turma e o funcionamento de aulas diurnas e noturnas do Ensino Médio vai depender do resultado desta rigorosa avaliação”, diz Enida.

ENSINO MÉDIO

Conforme a coordenadora hoje Santo Ângelo conta com várias escolas de Ensino Médio como a Escola Estadual Augusto Nascimento e Silva; a Escola Estadual Abílio Lautert com Educação de Jovens e Adultos (noturno); o Instituto Estadual de Educação Odão Felippe Pippi noturno com Ensino Médio, Técnico de Contabilidade e Aproveitamento de Curso Normal; a Escola Esther Schroeder Educação de Jovens e Adultos; e ainda temos a Escola Técnica de Ensino Médio de Entre-Ijuís (noturna). Essas escolas passam por critérios de avaliação.

COORDENADORIA

O Governo do Estado pretende no processo de reestruturação na rede estadual de ensino reduzir o número de coordenadorias. Em relação à manutenção da 14ª Coordenadoria Regional de Educação, Enida Salet é cautelosa, mas pensa ser possível a continuidade tendo em vista a estrutura da coordenadoria e por estar localizada numa cidade que concentra inúmeros órgãos de governo estadual e federal. “A coordenadoria que tem mais de 66 anos passou por reestruturação ao longo de sua existência. Quando comecei eram 82 escolas e hoje 38. Isso mostra que o dever de casa foi feito. A nossa coordenadoria tem as condições necessárias para absorver outras escolas da região.”

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 23 maio, 2019

    Prefeito sanciona lei para videomonitoramento nas escolas municipais

    As 42 escolas da rede pública municipal de ensino de Santo Ângelo terão monitoramento interno ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 21 maio, 2019

    Público presente na Rua de Lazer

    O tempo foi parceiro na realização da já tradicional Rua de Lazer, promovida pelo curso ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 20 maio, 2019

    URI comemora 27 anos de história

    A Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI, completa neste domingo, 19 ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.