Conta de luz fica mais cara a partir desta quinta-feira

NULL
Lucas de Campos 31 dezembro, 2014 Fonte:
A partir de 1 de janeiro, as bandeiras tarifárias de energia passam a valer em quase todo o País (as exceções são Amazonas, Amapá e Roraima). As cores verde, amarela e vermelha indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade para os quatro subsistemas do Sistema Interligado Nacional (SIN). Conforme a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o consumidor poderá identificar qual bandeira do mês e reagir a essa sinalização com o uso inteligente da energia, sem desperdício.
 
A bandeira verde indica condições favoráveis de geração de energia (com boa oferta de hidreletricidade e sem a necessidade do uso intenso da termeletricidade, que é uma energia mais cara). Nesse caso, a tarifa não sofre nenhum acréscimo. Já na amarela, as condições de geração são menos favoráveis e a tarifa sofre incremento de R$ 1,50 para cada 100 kWh consumidos.
 
A vermelha representa mais custos de geração e a conta sofre elevação de R$ 3,00 para cada 100 kWh consumidos. A cor da bandeira vigente de cada mês será informada pelo site da Aneel e nas contas de luz. Para janeiro, a cor é a vermelha.
Fonte: Jornal do Comércio
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.