Com dívida de R$ 765 milhões, hospitais e prefeituras pressionam Leite por solução

Sepé Tiaraju 4 janeiro, 2019 Fonte: Gaúcha ZH

Com cerca de R$ 765 milhões em repasses pendentes do Estado, entidades que representam hospitais filantrópicos e prefeituras pressionam o governo de Eduardo Leite (PSDB) por solução. Além do passivo milionário, herdado da gestão passada, as instituições hospitalares reclamam de R$ 131 milhões em atrasos do IPE Saúde.

Quando José Ivo Sartori (MDB) assumiu o cargo, quatro anos atrás, havia R$ 463 milhões (em valores da época) por pagar: R$ 255 milhões para as casas de saúde e R$ 208 milhões para as administrações municipais.

Agora, a maior parte do passivo é devida às prefeituras. Conforme a Secretaria Estadual da Saúde, até esta quinta-feira (3), R$ 589,5 milhões estavam à espera de quitação. O valor chegou a ser maior, mas, com a antecipação de recursos do IPVA e do ICMS de janeiro, foi possível reduzir a conta entre o fim de 2018 e o início deste ano. Ainda assim, a situação preocupa a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs).

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 janeiro, 2019

    Furto de combustível causou explosão que matou ao menos 66 pessoas

    As autoridades mexicanas confirmaram que já chega a 66 o número de pessoas mortas na explosão de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 janeiro, 2019

    OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019

    Surtos de doenças preveníveis por vacinação, altas taxas de obesidade infantil e sedentarismo, além de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 janeiro, 2019

    Preços do milho voltam a cair forte

    Pressionados pelo início da colheita em algumas regiões do país e pelos relativamente altos estoques ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.