Carta de suicídio da mãe de Bernardo foi escrita por secretária, diz perito

NULL
Lucas de Campos 12 abril, 2015 Fonte:

O caso do suposto suicídio da mãe do menino Bernardo Boldrini ganhou novos desdobramentos neste fim desta semana a partir da divulgação de um novo laudo que aponta a secretária do médico Leandro Boldrini, Andressa Wagner, como autora da carta de suicídio atribuída à Odilaine Uglione.Mário Baptista, perito do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul há mais de 30 anos, diz não ter dúvidas de que a secretária escreveu a carta. Para o advogado Marlon Taborda, defensor da família Uglione, o perito concluiu cabal a insofismavelmente, através de critérios científicos, e em análise cotejada de materiais de grafia de várias escritas de documentos que já constam dos dois processos, que a carta foi escrita pela então secretária do pai do Bernardo. “A medida é juntar o laudo e exigir que o Ministério Público se manifeste, a imprensa e a sociedade têm que exigir do Ministério Público e da Polícia. Deve a imprensa entrevistar a delegada e perguntar para ela o “E agora?”, disse o delegado 

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.