Câmara dos Deputados da Argentina aprova projeto que descriminaliza o aborto

Sepé Tiaraju 14 junho, 2018 Fonte: Agência Brasil

A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou hoje (14) por 129 votos a favor, 125 contra e 1 abstenção o projeto de lei que descriminaliza o aborto, em uma sessão histórica que durou cerca de 22 horas e meia.

De acordo com o projeto, o aborto poderá ser feito até 14 semanas de gestação. Depois deste prazo, a interrupção da gravidez só poderá ser realizada em casos de estupro, se representar um risco para a vida e a saúde da mãe e também se o feto tiver alguma malformação “incompatível com a vida extrauterina”.

A votação terminou com aplausos dos deputados que defendiam a interrupção voluntária da gravidez.  O texto segue agora para o Senado.

Segundo as estimativas, 500 mil abortos clandestinos são feitos todos os anos na Argentina. Cerca de 60 mil resultam em complicações e hospitalizações. E muitas mulheres – a maioria pobres ou do interior – morrem por causa de abortos mal feitos

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 17 dezembro, 2018

    BC anuncia que atividade econômica cresce 0,02% em outubro

    O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) apresentou ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 16 dezembro, 2018

    João de Deus se entrega à Polícia em Abadiânia

    O médium João de Deus, suspeito de cometer abusos sexuais contra pacientes, se entregou na ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 15 dezembro, 2018

    MP apura denúncias de seis países diferentes contra João de Deus

    A força-tarefa criada pelo Ministério Público de Goiás (MPGO) apurou denúncias de abuso sexual contra ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.