Bolsonaro nega que Moro escolherá próximo procurador da República

Sepé Tiaraju 28 abril, 2019 Fonte: Agência Brasil

Em mensagem no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro disse hoje (28) que é falsa uma nota publicada pela revista Veja às 11h deste domingo (28), segundo a qual ele teria prometido ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, a prerrogativa de nomear o próximo titular da Procuradoria-Geral da República (PGR).

De acordo com a revista, a promessa foi feita antes de Moro ser anunciado como ministro, no ano passado. Por esse motivo, a lista tríplice com nomes indicados para o cargo, feita por meio de eleição organizada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), seria “peça de ficção”, segundo a Veja.

“A matéria da Veja é fake (mentira)”, diz uma postagem na conta oficial de Bolsonaro no Twitter na qual ele retuita a nota da publicação. “Esse cargo, PGR, certamente é um dos mais importantes da República. Sugestões e opiniões serão levadas em consideração pelo Governo”, acrescentou o presidente.

O mandato da atual procuradora, Raquel Dodge,encerra-se no próximo 18 de setembro, dois anos depois de ela ter assumido o posto. Pela Constituição, cabe ao presidente da República escolher o ocupante do cargo entre os membros de carreira do Ministério Público da União (MPU). O nome precisa ser aprovado por maioria absoluta no Senado.

Desde 2001, entretanto, a ANPR envia à Presidência uma lista com os três nomes mais votados pelos membros do MPU para ocupar a Procuradoria-Geral da República. A partir de 2003, a tradição tem sido a de nomear um dos três integrantes da lista.

A ANPR já iniciou os preparativos para a realização da eleição neste ano, embora o calendário para o pleito ainda não tenha sido divulgado.

Os candidatos também não foram definidos até o momento, mas já se registra movimentação nos bastidores. Raquel Dodge ainda não anunciou se irá pleitear a recondução ao cargo.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 22 maio, 2019

    Escritório de Osmar Terra em Santa Rosa é pago com verba da Câmara

    O aluguel do escritório político do ministro da Cidadania, Osmar Terra, em Santa Rosa, é ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 22 maio, 2019

    Otomar discute com deputados emedebistas desestatização de empresas

    A bancada do MDB foi recebida na manhã desta terça-feira (21/5) pelo secretário-chefe da Casa ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 21 maio, 2019

    Falta de quórum impede votações no plenário da Assembleia Legislativa do Estado

    Pela segunda semana seguida, não houve votações no plenário da Assembleia Legislativa. Nenhuma das matérias ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.