Ataque a tiros em acampamento pró-Lula deixa dois feridos

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que, segundo as primeiras informações, uma pessoa a pé efetuou disparos de arma de fogo contra o acampamento - Foto: Agência Brasil
Sepé Tiaraju 28 abril, 2018 Fonte: Agência Brasil

Um ataque a tiros na madrugada deste sábado, 28, ao acampamento onde apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazem vigília desde sua prisão, em Curitiba, deixou duas pessoas feridas, de acordo com a coordenação do movimento. A Polícia Militar de Curitiba confirma a ocorrência de tiros na região e informou que o caso está em investigação. Ainda não há informações sobre a autoria dos disparos.

A coordenação do Acampamento Lula Livre divulgou que Jeferson Lima de Menezes, de São Paulo, foi atingido por um tiro no pescoço e está internado em estado grave. Os tiros foram disparados entre 3h e 4h da manhã.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, divulgou um vídeo na página do partido relatando o episódio e disse que, momentos antes do ataque, pessoas haviam passado várias vezes pelo local gritando e se manifestando de forma contrária à mobilização. “A situação de violência e intolerância no país está muito grave, não podemos aceitar isso”, disse Gleisi no vídeo. Segundo ela, Jeferson Lima é do movimento sindical de São Paulo.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que, segundo as primeiras informações, uma pessoa a pé efetuou disparos de arma de fogo contra o acampamento de simpatizantes do ex-presidente Lula. A secretaria confirma que uma pessoa baleada foi levada ao hospital e que um tiro acertou um banheiro químico e os estilhaços feriram uma mulher no ombro, sem gravidade. De acordo com a nota, no local foram recolhidas cápsulas de pistola 9 mm e um inquérito foi aberto para apurar o caso.

A nota da coordenação do acampamento diz que a violência contra os apoiadores de Lula não vai diminuir a mobilização e que o local vai receber grande quantidade de pessoas no feriado do 1° de maio, Dia do Trabalhador.

O ex-presidente Lula chegou à carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, no dia 7 de abril. Desde então, manifestações pró e contra Lula ocorrem na cidade.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 15 outubro, 2018

    Agentes frustram tentativa de fuga no presidio de Santa Rosa

    Uma tentativa de fuga ocorreu no presidio de Santa Rosa, por volta das 16h17min de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 15 outubro, 2018

    Início do Horário de verão será no dia 4 de novembro

    O Palácio do Planalto informou nesta terça-feira que o início do horário de verão será ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 15 outubro, 2018

    Ibope: Bolsonaro tem 59% dos votos válidos contra 41% de Haddad

    A pesquisa Ibope para o segundo turno, publicada nesta segunda-feira, indica vantagem de Jair Bolsonaro ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.