Arranhão em carro pode ter motivado fogo em morador de rua

NULL
Lucas de Campos 4 março, 2015 Fonte:

Vítima teve 100% do corpo queimado em crime na zona Sul de Porto Alegre

Um dia após criminosos terem ateado fogo em um morador de rua no bairro Cristal, na zona Sul de Porto Alegre, a Polícia Civil informou que trabalha com duas linhas de investigação para tentar chegar aos autores do crime. O delegado Gabriel Bicca confirmou que os envolvidos jogaram combustível na vítima e atearem fogo.

Segundo o policial, o morador de rua identificado como Carlos Daniel dos Santos, de 39 anos, pode ter sido atacado por uma suposta briga de trânsito. “Uma das linhas de investigação indica que houve um desentendimento entre este morador e um motorista, que alega, segundo testemunhas, ter tido o carro danificado por um carrinho de supermercado por este morador de rua para justificar esse crime hediondo”, completou.

Na primeira linha de investigação, o condutor de um Polo teria incendiado o morador de rua após a vítima ter danificado o automóvel com o carrinho de supermercado que guiava nas imediações da rua Taquari. O galão utilizado para transportar o combustível foi recolhido para averiguação. O delegado Bicca acredita que tenha sido usado gasolina.

Carlos Daniel dos Santos sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus na região do tronco e membros superiores e está internado em estado grave na UTI do Hospital de Pronto Socorro. Informalmente, testemunhas relataram que dois criminosos chegaram em um carro e atearam fogo no morador de rua. Câmeras da região serão solicitadas para tentar chegar à identificação dos responsáveis. O delegado reforça pedido para que moradores da região entrem em contato com a polícia, com garantia de anonimato, pelo telefone 181 para auxiliar a investigação.

Fonte: Correio do Povo

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.