Ambulatório de feridas do HSA é referência regional

Oficina de desbridamento de pele - Fotos: Cristiano Devicari/HSA
Sepé Tiaraju 30 agosto, 2018 Fonte: HSA

O Hospital Santo Ângelo disponibiliza desde dezembro de 2015 o ambulatório de feridas que atende a comunidade regional. Neste espaço são feitos curativos especiais no tratamento de lesões de pele. A informação é da gerente de enfermagem, Maristane Almeida.

“Havia grande demanda de pacientes com necessidade de dar continuidade ao tratamento especializado de lesões de pele. Diante desta situação, viabilizamos a criação do ambulatório de feridas. No entanto, desde 2011, estava em funcionamento a Comissão Interna de Curativos do Hospital Santo Ângelo que já vinha realizando esse serviço especializado”, lembra Maristane.

AMBULATÓRIO

A enfermeira Daniele Lauxen da Rosa, coordenadora da Comissão Interna de Curativos do HSA e pós-graduanda  em “Enfermagem Dermatológica”), explica que no ambulatório de feridas são realizados curativos  com coberturas  modernas que, além de tratar as feridas, estimulam a sua cicatrização. “Os curativos especiais promovem uma melhora na qualidade de vida dos pacientes, além de reduzir o tempo de internação hospitalar e minimizar possíveis complicações como amputações”.

ATUALIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO

Um trabalho permanente de treinamento e capacitação é feito com os enfermeiros do HSA. Conforme a gerente de enfermagem, Maristane Almeida, essa atualização tem sido fundamental para a qualificação dos profissionais e ao mesmo tempo ampliando a eficácia e eficiência no trabalho prestado.

CURSO

Dentro deste processo de atualização e capacitação, na última sexta-feira, 17, aconteceu curso de qualificação profissional teórico-prática sobre “Desbridamento de feridas”. A atividade, organizada pela Comissão Interna de Curativos do HSA, foi destinada a enfermeiros e acadêmicos do curso de enfermagem da URI.

O curso foi realizado pela professora Mestre do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria, Neida Pellenz, que faz doutorado em “Farmacológica experimental in vitro em lesões de pele”. A atividade contou com a participação da gerente de enfermagem, Maristane Almeida, a coordenadora da Comissão Interna de Curativos, enfermeira Daniele Lauxen da Rosa, a coordenadora do Curso de Enfermagem da URI, Alessandra Frizzo, assim como outros enfermeiros e acadêmicos.

Dentre os temas trabalhados estiveram “Pele integra – prevenção de lesões de pele”; Clínica Laboratorial e Desbridamento de lesões – parte teórica e prática”. Ao longo do dia, enfermeiros e acadêmicos da URI participaram de atividade prática para o desbridamento de feridas, utilizando patas suínas (doadas pelo Frigorífico Alibem). Neste oficina foi possível os profissionais observarem as diferentes camadas da pele e efetuar procedimento de desbridamento (limpeza). As orientações foram com as enfermeiras Neida Pellenz e Daniele Lauxen da Rosa.

ENCONTRO REGIONAL

Já no dia 10 de outubro, acontecerá o 4º Encontro Regional de Prevenção e Tratamento de Lesões de Pele do Hospital Santo Ângelo, no Clube Gaúcho. O evento é destinado para profissionais e estudantes da área da saúde. As inscrições podem ser feitas no caixa do Hospital.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 18 dezembro, 2018

    Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 50 milhões

    Ninguém acertou os seis números da Mega-Sena sorteada na noite de hoje (18) e o ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 18 dezembro, 2018

    CNJ aprova novo auxílio-moradia de até R$ 4.377,73 para magistrados

    Em sua última sessão do ano, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou hoje (18), ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 17 dezembro, 2018

    Empossada nova diretoria da Senasa

    Em meio às comemorações do Dia do Engenheiro (11/12) e Dia do Arquiteto (15/12), Santo Ângelo ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.