Adolescente que matou idoso será ouvido no Fórum de Cerro Largo

Menor acusado do crime está internado no Case de Santo Ângelo
Lucas de Campos 23 janeiro, 2018 Fonte:

O adolescente, de 16 anos, acusado de matar um idoso a socos e pontapés no Bairro Santo Antônio, em Roque Gonzales prestará depoimento nesta quarta-feira, 24, no Fórum de Cerro Largo. A informação foi repassada pelo juiz do Juizado da Infância e Juventude de Cerro Largo, Marco Antônio Pires.

O menor é suspeito de agredir até a morte Adão Lima, de 64 anos, na madrugada do último domingo, 21, e está internado no Centro de Atendimento Socioeducativo de Santo Ângelo (Case), para onde foi encaminhado pela equipe volante da Polícia Civil ontem, 22.

De acordo com o juiz Marco Antônio Pires, o adolescente será apresentado no Fórum para ser ouvido. “O processo poderá ter remissão (perdão) ou não. Havendo remissão, o Ministério Público poderá estabelecer uma medida socioeducativa para ser cumprida imediatamente. Não havendo remissão será marcada uma nova data para ouvir as testemunhas. Em casos de extrema violência é mais difícil haver remissão”, afirmou.

 

O CASO

Conforme a Polícia Civil, o adolescente estava com outros dois amigos e o idoso na casa de um deles. Todos estavam ingerindo bebida alcoólica. Em determinado momento, por volta das 4 horas, o adolescente e o idoso saíram da casa e, na entrada da residência, a confusão começou. As outras duas pessoas saíram da casa em seguida e, quando chegaram ao local, o idoso já estava sendo agredido.

Os dois chamaram socorro, e o idoso chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O adolescente informou à Polícia Civil que deu um soco no idoso e que, depois, chutou a cabeça dele diversas vezes. Disse ainda que a vítima teria tentado golpeá-lo com uma faca, por isso, agiu em legítima defesa. A Polícia Civil não acredita que esta versão seja verdadeira, já que não encontraram nenhuma faca no local, e as testemunhas não confirmam a história.

Conforme a Polícia Civil, o adolescente tinha sido liberado do Case há cerca de 15 dias.

A primeira internação do menor havia sido em novembro, durante a Operação Área Verde, de combate ao tráfico de drogas. Nas investigações, ficou comprovado que o menor vendia entorpecentes. A mesma ação prendeu outras duas pessoas, que possuíam ligação com facções criminosas do Vale dos Sinos.

 

 

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.